[#PréÉpoca1718] Basileia 3-2 Sporting – Final de Estágio

DEzFgN6WAAIrEfP.jpg

Acabou o estágio na Suiça e o saldo cifrou-se em 1 vitória e 2 derrotas. Deste jogo tenho alguns pontos a reter:

  • Jug não tem qualidade suficiente. É o terceiro guarda-redes da equipa bem sei, mas não oferece grande confiança aos seus colegas;
  • A defesa é totalmente renovada e não podemos já crucificá-los. Mathieu impôs respeito;
  • Paulo Oliveira prestes a ser, e capacitem-se disso, uma carta fora do baralho. Foi-se embora, acabou-se. Falou-se mais nele quando havia o risco de se ir embora do que no tempo que esteve no clube;
  • Matheus Pereira precisa de oportunidades. Ele tem um excelente talento mas não pode continuar a ter jogos demasiado inconstantes. Ontem, por exemplo, jogou bem e até marcou;
  • Matheus Oliveira, André Pinto e Battaglia. Vamos ver mas até agora são elos mais fracos;
  • Podence, Bruno Fernandes. Claro que sim;
  • Jonathan é o homem da fruta neste momento. É com cada uma em cada jogo…

Jogamos Terça com o Marselha e não vejo, até hoje, razão para andarmos a desconfiar da equipa. É que tenho visto uma depressão generalizada porque não demos 10 ou 20 aos nossos adversários e ainda sofremos muitos golos. Quando a época começar, tudo será diferente. A equipa terá outros processos, será uma equipa mais afinada, mais certa também. Até lá é fazer os estragos todos, até pôr trincos a defender as balizas se eles quisessem.

11 inicial: Azbe Jug, Piccini, Sebastián Coates, Mathieu, Tobias Figueiredo, Johnatan Silva, Petrovic, Bruno Fernandes, Alan Ruiz, Daniel Podence e Bas Dost

Há uma coisa que me tem chateado nos últimos dias e que é revelador do estado actual do desporto português, da verdade desportiva, da cultura desportiva, etc. Com que então o Apito Dourado acabou, não é? E acabou quando temos provas bastante reveladoras, que por sinal ainda andam a circular pela internet e que chegaria para condenar umas quantas pessoas.

E porquê agora?

Para ilibarem os criminosos actuais do futebol português? Para eles virem questionar a justiça desportiva e esperarem por um tratamento igual? Vamos chegar ao dia que dizem que nada disto aconteceu, que foi uma cabala engendrada por uns quantos que só sabem dizer mal e que têm dor de cotovelo. Vamos chegar ao dia que acharão o futebol português um modelo de honestidade e desportivismo. E deixem-me até ir além do futebol, até aos lesados do BES: Manifestem-se na agremiação de Carnide junto ao Colombo que o vosso dinheiro está lá.

[#Pré-Epoca 17/18] Sporting 2-1 Fenerbahçe

Quanto a vocês não sei, mas eu gosto do que estou a ver. Garra, compromisso, dedicação, vejo tudo isto na equipa e ainda estamos com “meia dúzia” de dias nas pernas. De tal maneira que o Jug até já joga mais seguro, ele que tremia que nem varas verdes quando a bola vinha. Muita disputa de bola, e uma equipa que já demonstra um jogo de equipa bastante aceitável para esta altura, quando metade deles não jogavam juntos o ano passado.

Eu gostei. Que aproveitem o Estágio na Suiça e venham com a cabeça fresca para a época que vem aí.

PS: Só com bacalhau é que acredito nas coisas. Até lá, zero.

créditos da imagem

Pequeno-almoço com vista para o derby e o verdadeiro dia das mulheres

Num dia de grandes regressos a Alvalade, é justo aplaudir de pé toda a secção de Rugby em geral e a equipa feminina em particular. Um título fantástico num desporto dominado por homens e a merecer a luta, o crer que as mulheres devolveram à modalidade. Aplaudirei de pé em Alvalade este título que tem tanto de justo como de maravilhoso. Obrigado! 

Dia de regressar a casa com dose dupla. Pequeno-almoço com vista para o derby Sporting-Belenenses e depois à tarde o regresso da equipa sénior feminina para todos juntos ajudarmos a construir mais um degrau rumo ao título nacional que está à porta. Falta pouco! 

Que se encha Alvalade, que se orgulhe as campeãs de rugby que bem merecem e que acabemos com um recorde europeu de espectadores logo à tarde. 

#DiaDeSporting

O derby que é sempre o jogo de uma vida

Derby é derby, quer estejam em confronto lugares na classificação, pontos ou acessos a competições europeias. Isto ensina-se nas ruas, nas escolas, e desde muito novos que somos habituados a ter de lidar com a rivalidade, o preconceito de ser deste ou daquele clube, e é por isso que tudo isto é e sempre será mais que futebol. Talvez quem viva longe da capital possa sentir isto de uma outra maneira, em número menor, com outras nuances mas quem vive em Lisboa sabe o quanto isto pára a cidade, pára os transportes, as estradas, os centros comerciais, como se mais nada interessasse aqui. E ainda faltam largos dias para o jogo e já é normal não se falar noutra coisa, em jeito de apupos e quezílias, palavras azedas ou desejos de acabar com o outro clube o mais rapidamente possível. Comparam–se palmarés, pessoas, histórias e polémicas. Vai-se aos meandros da história para corroborar todos os argumentos que temos para sermos melhores que os outros. Não há interesse semelhante noutras áreas da sociedade, e foge por completo à idade e ao sexo porque derby é sempre derby. É já amanhã que tudo pára, que amigos, familiares e conhecidos viram costas pela rivalidade, e lutam para que o seu clube vença. Repito: está em jogo muito mais que lugares na classificação, pontos ou acessos a competições europeias. É um pedaço da história que acontece, é a honra e o prestígio que se joga.

Que os jogadores do Sporting saibam estar à altura dos acontecimentos. Que percebam que não vencemos mais do que os 3 pontos mas estes jogos não se podem perder. No reino do leão nunca se pode perder, que entendam isso (não podia ter acontecido como aconteceu com o Braga) e entendam que isto mexe com a auto-estima de qualquer adepto que se preze. É e sempre será mais que futebol.

Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Não peço mais do que isto, honrem os adeptos e o símbolos que trazem ao peito! Vençam por nós!

créditos da imagem

Formação em crise – parte 16459595

pontinha-3-compressor.jpgOs Infantis do Sporting venceram o torneio da Pontinha ao vencerem na final o SLB por 4-0.

Foi muito bom ver os miúdos jogarem, com uma atitude tremenda, e a jogarem como gente grande. De salientar os 34 golos marcados e 0 sofridos ao longo do torneio, o que é demonstrativo da qualidade que os putos imprimiram no jogo deles. Que equipa!

O momento menos positivo do jogo foi quando o treinador dos outros, na flash no final do jogo, veio desculpar-se dizendo que ficaram no grupo mais difícil e que aquele jogo não era demonstrativo da qualidade deles. Primeiro, são miúdos de 12 ou 13 anos e depois ter alguém ressabiado a comandá-los é muito mau. Depois querem ser bem vistos e limpar a imagem que vão tendo…

Parabéns à nossa formação!

Oh Pedro, tu bates mal man!

Estas eleições têm demonstrado ser de uma democracia bastante agradável – a democracia em si, atenção. O teor das campanhas é que me tem deixado um pouco a desejar. Se por um lado gostaria de houvessem outra oposição com ideias bastante mais claras, que fomentassem a discussão para os assuntos verdadeiramente importantes, por outro gostaria que não houvesse Pedros desta vida, e sem haver aqui brunismos à mistura.

Então o homem rebenta com tudo o que é Sporting, com tudo o que Bruno de Carvalho fez, com os adeptos do qual tem o mínimo de respeito, mente, difama, desconhece vergonhosamente o que é de mais elementar no clube e demonstra que, com algumas ideias que tem, vive numa caverna empapada de croquete, como pretende ganhar? Não digo que não ganhe bastantes votos, porque o voto por embirrice ao Bruno de Carvalho é sempre possível, mas tem tudo para a malta não querer votar nele.

Falam do estilo contido de Bruno de Carvalho nestas eleições. Para quê? O PMR faz o serviço todo por ele, e ainda faz o trabalho dos jornais em espalhar carvão para as redacções. Qualquer pessoa minimamente inteligente percebe que, quanto menos falar, mais votos capta contra esta personagem.

Mas agora vou ser institucionalista: é dia 4 que têm oportunidade de ter uma palavra, de criticarem com votos que não gostam deste rumo e/ou querem outro daqui para a frente. Não é para virem depois criticarem que não gostam, os que não votaram porque não quiseram, claro. Apareçam, isto é um momento muito importante para o nosso Sporting.

Espero que percebam isso!

imagem