Quem vem comigo? 

Nós somos da raça

Que nunca se vergará

Por cada leão que cair

Outro leão se levantará. 

Está na hoje de mudar o rumo das coisas. Encham os Barreiros, encham os núcleos, cafés, tudo. Quero o mundo verde-e-branco, quero o Mundo Sporting,  hoje e sempre. Comigo é até ao fim! Quem vem comigo? 

E agora, Sporting?

Acabou o jogo e estamos fora de todos os títulos. Vá, o campeonato ainda é possível enquanto a matemática deixar. Não retiro nada de bom do jogo, e muito menos há a retirar quando tentamos sistematicamente mostrar uma imagem de força e não respondemos em campo. O problema de chegarmos a este ponto, demasiado habitual até, é haver os que, ‘violentamente’, querem todos fora do Sporting, desde o Presidente até aos jogadores. E digo mais: os tempos estão óptimos para semear ainda mais a discórdia nos adeptos, virando-os contra a actual direcção, e a favor do outro candidato. Só espero que não caiam no erro de misturar tudo (novamente), porque a haver culpados hoje e dos últimos meses, eles estão abaixo do BdC. E a meu ver, no que toca aos jogadores, o problema está na cabeça. O dinheiro não compra força mental quando ela está arrasada, por mais que possamos dizer que com o dinheiro deles faríamos muito mais. Que venha a próxima jornada.

 

Mostrem que estamos todos enganados

img_0172

Hoje temos uma eliminatória para vencer. Mas, sobretudo, temos um estigma para vencer e que tem de acabar. Acho que teremos de contribuir decisivamente para que voltemos aos bons tempos e resultados, porque como as coisas andam, deixaremos de ter os jogadores disponíveis (ainda mais) emocionalmente e o seu jogo irá reflectir isso mesmo.

Se é culpa do Presidente? Não é, aliás, ele deu tudo o que treinador pediu. Goste-se ou não do estilo, a culpar-se (no fim) é a da escolha das pessoas erradas, que esperemos que não. Se é culpa dos jogadores? É, mas só porque me faz confusão não haver aquela “raiva”, aquele sentimento de querer “rasgar” os adversários ao meio para vencer. Se é culpa do treinador? É, mais as suas teimosias que nada valem num clube que não pode viver de teimosias. Só a da luta pela verdade e por um curral mais limpo – o futebol português será sempre um curral.

Aos adeptos não pode ser pedido mais nada, mas temo que um dia seja preciso é pedir aos adeptos para não abandonarem. É que os resistentes estão lá sempre, mas existem aqueles que não lidam bem com isto.

Carimbem lá isso para as meias!

Histeria ou luta

Tenho dois caminhos para este texto: ou entro na histeria e de mandar toda a gente embora do Sporting (o que iria ao encontro do sentimento da maioria dos adeptos), ou tento respirar e escrever algo decente – ou tentar. Ora vejamos:

1. Empatámos;
2. Semedo expulso;
3. Oportunidades perdidas;
4. Grande golo mas sempre feliz dos nossos adversários;
5. Teimosia de JJ em jogadores claramente abaixo da forma ideal. 

Este problema crónico em não aproveitar deslizes dos adversários é um caso de estudo. Mais do que não podermos permitir este tipo de situações, mesmo que outros rivais vençam, não podemos falhar tanto.  Temos de mostrar raiva e, sobretudo, espírito de sacrifício.  E agora vem a Taça de Portugal. Livrem-se! Enquanto for matematicamente possível, eu acredito. 

Que grande vitória hoje! 

Foi uma óptima tarde de Futebol Feminino com uma vitória por 3-2 na campo do Fófó. E é bom ver que as pessoas cada vez mais aderem a esta vertente. Grande Sporting! 

#InBrunoITrust

312

Trabalho feito e reconhecido. Uma Taça de Portugal, é certo, mas isto é mais importante para que possamos continuar a existir. Não esquecer de onde viemos…

Bom fim-de-semana Leões!

 

As leituras obrigatórias do costume

Hoje  trago-vos três excelentes artigos, para perceberem como anda isto da faixa de gaza desportiva em Portugal:

Já agora sigam também!

Tu Vais Vencer

Mister do Café

Sporting com Filtro