Bom ano Sportinguistas!!! 

Sportinguistas: Obrigado por estes meses de visitas a este espaço, pelas sugestões, comentários (mesmo aqueles não-comentários) e espero sinceramente que entrem bem em 2017 e que sejam felizes. Mas claro… Que o nosso Sporting seja campeão em tudo o que participar. Até para o ano!! 
SPOOOOOOORTING

O Futebol está de luto

Adeptos que, como nós, andam semana a semana atrás da nossa equipa para onde ela for, sentirão o que se passou no Uganda. Desta vez foi um naufrágio, que vitimou a equipa e adeptos, num total de 30 pessoas, quando um barco onde seguiam se virou. Se calhar muitos dos sonhos daqueles adeptos era estar com os seus ídolos, que cumpriram mas que acabou cedo demais. O Futebol está de luto, porque não é apenas um desporto.

Anti-brunismo não é solução

Como sabemos, há uns milhões de pessoas que querem Bruno de Carvalho fora do Sporting: faz barulho, ofende os corruptos e assume-se adepto do clube, seguindo os valores do mesmo (Esforço, Dedicação, Devoção e Glória, para os mais esquecidos) e em nenhum deles podem ler “politicamente correcto” porque não pode existir nos tempos que correm.

Então somos atacados dia após dia há vários anos, somos injuriados até ao tutano nos vários quadrantes da sociedade, por pessoas que claramente não são do Sporting (mesmo os que dizem ser) e ainda querem que nos calemos, que sejamos correctos e diferentes? O tanas, para não dizer outra coisa. É que quando éramos certinhos, ganhávamos o mesmo mas perdíamos tudo – dentro e fora de campo.

Eu apoio Bruno de Carvalho.

Não ando atrás de títulos para ver se o presidente é bom ou mau, já que isso é prática corrente noutras instituições, onde os buracos crescem e são preenchidos por mafiosos que em nada favorecem o futebol em particular e o desporto em geral. E apoio porque não me esqueço de onde viemos, o que parece que já foi esquecido por muitos sportinguistas, ou isso já não interessa se não temos um troféu de campeão nacional nestes últimos quatro anos?

Melhorámos as bases, conseguimos vender e comprar, somos vistos e revistos lá fora pelos melhores motivos (cá dentro só quando matarem o vieira e o pinto da costa, como dizia Boloni), conseguimos vencer várias lutas e fizemos cair várias peças, vamos ter pavilhão e o importante referir nisto tudo é que não ganhámos nada de muito relevante no futebol?

Mas que adeptos são estes que medem o sucesso de 5 dezenas de modalidades numa só, quando além disto temos uma instituição e uma estabilidade mais que necessária para gerir?

E repararam que esse Pedro está impregnado de croquetes? E que certamente irá ser financiado por empresários e mafiosos para pôr BdC fora do Sporting? E o discurso tão sportinguista que meteu o nome de BdC na boca umas quinhentas vezes? Anti-brunismo não é solução para o Sporting. Que arranje outras ideias!

PS: Tão bom ter regressado a casa.

IMG_0214.JPG

O Sporting está vivo!

IMG_20161222_225327.jpg

Sem deslumbrar vencemos o jogo ontem no Restelo. Mas o que retenho foi uma avalanche de sportinguistas no estádio ontem à noite, depois de tudo o que temos passado e de tudo o que foi dito e escrito – é amor, eu disse.

O jogo em si, digamos, foi uma merda. Aliás, não era de esperar outra coisa quando os jogadores precisavam de uma pausa depois de 10 jogos num mês (creio que é isto) e de tareias emocionais sucessivas.

Mas o jogo teve de tudo: violência entre adeptos do Belenenses, invasão de campo dos sportinguistas, arbitragem daquelas e…frio. Mas vou fixar-me no minuto 93: um centro fantástico do Joel e um remate do Bas Dost, um explodir de emoções que só acontece quando estamos numa fase complicada e há uma urgência demasiado grande de golos e de vitórias. Foi uma festa incrível, uma união entre adeptos formidável e a equipa toda a festejar (viram os festejos do Beto?) e a libertar os demónios que teimavam em ficar.

Golo!!!!!!!

Sobre Beto: que suplente de luxo. Aliás, todos sabemos como é ter aquela desconfiança sempre presente quando o guarda-redes titular não joga mas desta vez cumpriu e muito bem (reforço a palavra “muito”), salvando-nos por 2/3 vezes de golos dos do Restelo.

Sobre a arbitragem: uma vergonha. Continua a haver uma dualidade de critérios vergonhosa, um constante “deixa andar” quando se trata de adversários do Sporting, o penalty da praxe por marcar, os amarelos (e sobretudo a rapidez com que os manda cá para fora) a jogadores do Sporting, o anti-jogo dos adversários, a clara falta de amarelos para os do Belenenses. Enfim, não querendo ter a mania da perseguição mas já mete nojo a falta de qualidade (para não dizer outra coisa) dos nossos árbitros.

Que descansem física e emocionalmente porque dia 30 há mais.

Carta Aberta aos Sportinguistas

Caros Sportinguistas,

O maior desabafo que posso fazer é: Ninguém disse que ia ser fácil.

Aliás, quando chegamos a este estado de espírito, é que percebemos quem gosta do clube mesmo. Perdemos (e bem) e, enquanto for matematicamente possível, eu acredito que podemos ganhar isto. Com este treinador, com estes jogadores, com este presidente. É difícil perceber porque não podemos ter a nossa oportunidade (é fácil perceber as razões, mas difícil perceber a filosofia dos constantes falhanços), mas mais difícil fica quando vivemos em constante sobressalto com uma possível perda de pontos, com um jogo mal jogado ou simplesmente porque não aceitamos fotos à lareira às 3 da manhã.

Estou estão zangado como vocês e apetece-me reescrever a história, começar do zero mas temos de entender que, enquanto não ganharmos um campeonato, temos de conter a histeria e o medo terrível pela derrota. Ninguém disse que ia ser fácil, mas que soluções pretendem? Novo presidente, que nem merecia isto? Novo treinador? Novos jogadores? Vivemos demasiados fantasmas do passado, é certo, mas lidamos com um mundo cada vez mais podre, onde o dinheiro impera, os interesses não-desportivos também. Vivemos tempos em que quem dá mais beneficia de tudo o que quiser no futebol: dentro de campo, com os árbitros e equipas adversárias, e fora de campo, sobretudo, com a comunicação social.

Vivemos tempos em que apenas o jogo sujo faz ganhar, e assim tem sido nos últimos 30 anos (pelo menos). Vamos por esse caminho? É que esse é o caminho mais fácil. Querem ser dominados por empresários, jornalistas e estruturas centrais estranhas ao Sporting? É só querermos. Mas não venham com lenços brancos, assobiadelas monumentais sempre que isto está mal. Ou apoiam ou saem, não ficam estoicamente à espera dos jogadores para lhes dizerem: “Vocês são uma vergonha”, porque é fácil achar que milhares de euros por mês fazem de um jogador uma máquina mental, o que não é verdade. Ontem saí de Alvalade triste, zangado, abatido pelo estado da equipa. E estarei no Restelo, um dia depois de estar no Casal Vistoso a assistir ao Andebol. O Sporting precisa de nós, independentemente dos resultados. O Sporting precisa de gente que luta, que não se verga. Não se vira as costas à família só porque ela não nos dá alegrias, certo? Certo.

Nunca esqueçamos que “Somos da raça que nunca se vergará.”

imagem

A diferença entre ter 63 ou 75 milhões de lucros (mais qualquer coisinha)

Depois do jogo da Luz, percebi com mais clareza certas coisas:

  • Que lutar pela verdade desportiva é uma estupidez, acessível a meia dúzia de pessoas. Os outros preferem ganhar de qualquer maneira, desde que ganhem;
  • portistas e benfiquistas uniram-se depois do jogo da Luz…como sempre. Na luta a favor da corrupção aparecem sempre os padrinhos;
  • Tudo mas tudo mesmo serve como brecha para escovar o pêlo ao BdC. Até o facto de ter levado a namorada ao jantar do Sporting. Como se este facto foi super relevante para o mundo do futebol;
  • O rui vitória e toda a estrutura são de uma sonsice tão grande que até causa diabetes. E mesmo com imagens a comprovar a não-sonsice de nenhuns deles, o que passa na CS é que realmente são de uma educação e de um requinte de outra galáxia;
  • O vídeo-árbitro é super importante para lutar pela verdade desportiva. Mas é uma ideia tão mal amada que acho (sou tão ingénuo, vejam lá) que as pessoas não querem realmente a verdade desportiva. Por isso, se não é para modernizar o futebol, propunha voltarmos às balizas de madeira e pelados carregados de cal;

O Sporting perdeu o recurso no TAS contra a Doyen. Notas:

  • Sporting não perde 12M€ + juros porque já os tinha colocado nas contas há muito tempo e ainda mantemos os 63 milhões de lucro;
  • Neste tempo pagámos o pavilhão, contas, contratámos e ainda continuamos com lucro. A menos que as contas não interessem…;
  • Vamos pagar e continuar a lutar contra os fundos. Não se esqueçam que estes abutres estão a desaparecer, e não foi obra do acaso.

E só para animar…eis o Sporting Clube de Portugal! Bom Natal Leões!