Campeões!!!

13307448_10153500999871555_2914843835002934694_n

A equipa feminina do Sporting sagrou-se Campeã Europeia de Atletismo. Da Europa. De um continente inteiro. Insuficiente, infelizmente, para preencher uma primeira página de jornal. Foda-se, que orgulho!! Orgulho!!

Croissant com quê, Ronaldo?

Sabem o que tiro desta final da Liga dos Campeões? Mais que 11 taças ganhas pelo Real Madrid ou um Atlético de Madrid que ultrapassa qualquer lógica do futebol por ter uma força mental, união de balneário que mete muito colosso a um canto, é Cristiano Ronaldo. Não fez um bom jogo, a fase final da época foi sofrível e não quero acreditar que o Europeu seja sem ele, mesmo que esteja em campo. Mas sinto-me feliz por viver uma geração de futebol que junta em campo Cristiano Ronaldo e Lionel Messi (não foi adversário ontem, mas é O adversário). Independentemente de quem ganha ou perde, poder ver estes dois malucos a jogar à bola não está ao alcance de muita gente na história. Creio até que o futuro não nos vai reservar algo semelhante, que a história nem se vai repetir (quanto mais superar) o que estes dois fizeram e continuam a fazer. É fascinante a cor que o futebol tem por haver disto por aí, e ele por levantar a taça pela terceira vez, percebe-se que isto para eles é pequeno-almoço e que vão continuar a levantá-las como se não houvesse amanhã. Queria que ele levantasse a taça do Europeu de França, que pudéssemos vingar 84, porque chega de tanta sorte madrasta, sobretudo quando mete França à mistura. E quando ele a levantar, pouco ou nada lhe resta ganhar, e aí talvez venha dar uma perninha ao nosso Sporting com quase 40 anos. Ontem ganhou o Real Madrid. Não foi o Sporting, nem foi um atleta do Sporting. Foi um dos nossos sim, não como atleta, mas como adepto do leão. Agora vamos lá foder croissants, Ronaldo!

Calma que a época ainda não acabou!

  1. Katarina Larsson é a nova campeã europeia de triatlo sprint.
  2. Final da UEFA Champions League
  3. “Querem matar-nos, mas não vão conseguir.”

1) Há pouco tempo tive oportunidade de ver uma pequena entrevista de Katarina Larsson à Sporting TV e gostei da forma como ela abordava as competições com uma confiança inabalável. Demonstrou o bem que o Sporting lhe faz vencendo no Campeonato Europeu de Triatlo Sprint. Well Done Katarina!!

2) Hoje temos final da Liga dos Campeões. É indiscutível que a Espanha tem dominado o futebol europeu e mundial de equipas e de seleções, e este ano uma vez mais temos finais europeias com equipas espanholas. Sevilha leva 3 seguidas na Liga Europa (venceu as 3) e Barcelona, Real e Atlético levam no currículo as últimas 3 finais (Real venceu uma e Barcelona outra, falta esta). E claramente eles andam fortes no futebol porque depois da batalha de Aljubarrota (foi com castelhanos, mas vamos pôr isto em termos de um país inteiro vá), das batalhas que vencemos até conseguirmos a independência e de se saber que a comida não vale um corno, só o futebol salva aquele país. Como dizia alguém: “Que ganhe o que for menos gamado!”. E sim, tive de reaver a batalha de Aljubarrota e sobretudo os 6 dedos que a padeira tinha em cada mão e que fodeu com uma pá 7 castelhanos. CR7 é a reencarnação da nossa Brites de Almeida, só não é padeiro, mas manda cada padeirada nos castelhanos…

3) Esta frase pertence a PdC. E podia ter proferido antes: “Querem matar-me, mas não vão conseguir!”, porque sinceramente aquilo anda a meio gás mas o homem nunca mais morre. A pergunta que me vem à cabeça é: Quem? Quem quer matar o Porto? É que desportivamente foram morrendo aos poucos e perderam a única oportunidade de vencerem uma competição nos últimos três anos. Financeiramente já estiveram melhor e a nível de gestão é o que se vê. Sinceramente ninguém quer matar o Porto, porque eles tratam disso sozinhos. Tivemos o Sporting durante muitos anos a demonstrar que uma má gestão desgraça um clube, e agora demonstra o Porto o mesmo. Talvez daqui a uns tempos iremos ouvir termos como “refundação” ou “ano zero” ou mesmo “prata da casa” (vamos ouvindo, mas é pouco ainda).

Actualidade Sportinguista

  1. Sporting acaba com equipa sénior feminina de Basquetebol, mas a modalidade volta a ser modalidade oficial.
  2. Jorge Mendes afastado pelo Sporting.
  3. Rui Miguel Mendonça é o novo director da Sporting TV.

No primeiro ponto estou perplexo. Por um lado, acabar com a equipa feminina (rescisão do protocolo com a Associação Basquetebol SCP) talvez não tenha sido um passo errado no rumo da modalidade, porque com o estatuto que a equipa tem acabar em nono é mau desportivamente e consequentemente traz problemas financeiros. Por outro, precisamos de bases que não tínhamos para singrarmos na modalidade, começar no zero e subir a partir daí. O ponto mais negativo que encontrei disto tudo, e corrijam-me se estiver errado, foi a equipa apenas ter sido informada depois de ter sido tornado público a decisão. Foram elas que mantiveram as aspirações, que lutaram em campo muitas vezes sem quase público nenhum, sem muitos apoios, e por isso achei injusto chegarem a esta situação sem conversarem com elas primeiro. Mas agradeço tudo o que fizeram por nós!

O segundo ponto é daqueles pontos que me faz pensar que estamos no caminho certo, com o Presidente e direcção certos para o que der e vier.Daqueles pontos que deve fazer comichão a quem, insistentemente, tenta arranjar forma de desacreditar todo o trabalho feito por BdC e companhia.  E a resolução foi simples: se o dito senhor Jorge Mendes anda atolado em merda até ao pescoço devido a negócios sempre legais e sempre em prol da verdade desportiva, corta-se o mal pela raíz e acabam-se os negócios com ele. Até porque o dinheiro (ou a falta dele) é contagioso. E não esquecer que temos João Mário, William Carvalho e Adrien Silva, em parte, nas mãos dele. Ou tínhamos, pelo que dizem os jornais, porque também decidiram abandoná-lo. Aproveita-se e fecha-se a Gestifute, que aquilo é uma espécie de matadouro de carreiras de futebol.

O terceiro ponto é extremamente positivo também. Não é que o anterior director, o Nuno Graça Dias, não fosse um excelente profissional que andou em tempos pela SIC Notícias, mas mudar para alguém que tem um profunda experiência em jornalismo desportivo como o Rui Miguel Mendonça (desde 1999 que estava na SportTV) é óptimo por uma questão de paradigma, o que poderá mudar o rumo das coisas no canal, de como as coisas são feitas.

Preocupações de um gajo que gosta de futebol

Braga venceu a taça ao Porto. Mas antes do jogo havia pessoas que diziam: “epá, quero quero que o braga se foda, e espero que percam”. Não eram do braga, não. Não eram do porto, não, se bem que seria uma frase normal visto que eles até os ganharam no último jogo. Eram do Sporting. E preocupa-me porquê? Porque critico uma massa adepta do braga que gosta especialmente do benfica, sendo até o seu clube primário. E tive oportunidade de verificar isso na Pedreira, do qual em cada golo do benfica (jogava em Lisboa) eles festejavam como se fosse ali em Braga. Critico mas fico-me por aí, porque é revelador de uma coisa cultural muito engraçada que é ser de dois clubes, mas com prioridades. Jogam em separado, gostam dos dois, e até têm preferência por um deles. Jogam juntos, gostam do mais forte. Mas o querer a derrota do Braga, neste jogo, era querer a vitória do Porto. E em boa verdade venha o diabo e escolha, porque escolher um deles é escolher a corrupção. E enquanto vivermos num mundo em que queremos que percam uns e ganhem outros, ao invés de lutar pelas nossas coisas e pelas coisas que destroem o normal funcionamento do futebol, acabaremos por nos desiludir muito. Eu por exemplo não quereria vingar-me agora do Guimarães, Paços, Tondela, Boavista, União e Rio Ave. Quereria era ter ganho a eles porque seria campeão. E vamos ser, se o sistema deixar.

Jorge Jesus

A pergunta que faço é: porque não deixam Jorge Jesus falar do Sporting, que por acaso é o seu actual clube? Passou-se, acabando hoje, uma época desportiva em Portugal e ainda há quem tenha dúvidas sobre o que o treinador deixou no rival, quer a nível de futebol, quer a nível de opiniões dos adeptos. Passsada uma época desportiva, faz algum sentido perguntar: “Acha que os adeptos passaram a odiá-lo?” ou “O que acha que ficou de si no benfica?”. Poupem-se ao trabalho, porque já sei que não vão poupar quando ele diz que não dá os parabéns pela conquista do campeonato. Aliás, depois de ele se recusar até mais que uma vez, os jornais ficaram doidos. Os jornais e os adeptos. Mas os jornalistas parecem trabalhar por objectivos, porque não se calam enquanto não virem sair da boca das pessoas que entrevistam frases com que possam depois esmifrar até ao tutano. E quando JJ perguntou: “Vamos falar do Sporting, está bem?”, quase pareceu ouvir RS e companhia pensar alto: “Vamos é o caralho, quem é que manda aqui?”. É pena. De resto, de salientar que estamos na corrida pelo campeonato de Juniores, nas meias da taça de hóquei e nas meias do campeonato de futsal. O caminho faz-se caminhando…vamos lá Sporting!

Com esta me lixaste oh JJ

Que engraçado. Até ontem os jornais tinham comprado bilhete de avião a Jorge Jesus umas 20 vezes para o Porto e hoje tiveram que devolver tudo. Faz-me confusão o não sobrar um pingo de vergonha nas redações por este país fora, e faz-me ainda mais as pessoas que vão na conversa destes jornalistas. Claramente o fazem por dinheiro, porque mentir de borla ninguém o faz. E de onde vem esse dinheiro? Das quantidades enormes de vendas de jornais e publicidade? Está bem. Mas numa coisa eu reparo: mais um ano para JJ traz mais responsabilidade para ele, mas lixa as capas todas dos jornais. Quem devem atingir no Sporting agora? Já sei, o individuo todo nú que apareceu na Sporting TV. Assunto fechado, siga para bingo. Mas agora a sério: para quê? confirmar fontes fora dos clubes é o mesmo que perguntarem a amigos meus o que é que eu tenho, e com sorte eles respondem que é por causa de alguma flatulência que tive derivada dos lacticínios que consumi, e daí arranjam história que chegue para 10 páginas. “Estou bem, obrigada!”, era o que responderia, mas lá está os jornais querem sangue porque as pessoas adoram cabidela. Entretanto o Twente foi despromovido na secretaria por causa do assunto Doyen. E depois o Sporting é que tem de pagar, que é caloteiro, e “Doyen, não Doyen?”. E por falar em Doyen, eles responderam a este caso dizendo basicamente que “temos pena, desemerdem-se”. E agora um aplauso à corrupção do futebol que fez um trabalho exemplar. Bravo!

fonte da imagem: http://oartistadodia.blogspot.com